MP Sports camisas oficiais ! Acesse

Digite Seu E Mail abaixo para receber nossas novidades

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Com o time misto, o Atlético-MG empatou com o Palmeiras na Copa Sul-Americana

Na Arena do Jacaré, o Atlético-MG e o Palmeiras ficaram no 1x1. Partida valida pela quartas-de-final da Copa Sul-Americana.
Na próxima quarta-feira, as duas equipes voltam a se enfrentar, o Palmeiras precisa de apenas um empate em 0x0, pelo criterio de gol fora de casa. E o Galo precisa de um empate em 2x2, para conseguir a classificação para a semi-final da competição, caso as equipes empatam por 1x1, a partida irá para a cobranças dos penaltis.

Antes, porém, ambos voltam suas atenções para o Campeonato Brasileiro. O Atlético-MG recebe o Botafogo, sábado, às 18h30m, na Arena do Jacaré. O Palmeiras também joga em casa. Encara o Goiás, na Arena Barueri, no mesmo dia e horário.

O primeiro tempo, o Atlético encomodou bastante o goleiro Deola do Palmeiras, mais o goleiro salvava tudo, e mesmo acontecia com o Palmeiras, que encomodava Renan Ribeirio, mais ele pegava tudo.

O segundo tempo, foi mais movimentado, e aos nove minutos, Kleber recebeu na esquerda do ataque palmeirense, tabelou com Tinga e bateu para abrir o placar na Arena do Jacaré. O Gladiador festejou mais um gol marcado contra o Atlético-MG, confirmando sua fama de carrasco do Galo, desde os tempos de Cruzeiro. O Atlético até acordou, mais era o Palmeiras quem precionava, o goleiro Renan Ribeiro, sempre salvando a equipe do Galo.

Aos 20 minutos, um lance inusitado na Arena do Jacaré. Lincoln ganhou de Jairo Campos, invadiu a área e foi derrubado pelo equatoriano. O árbitro Marcelo de Lima Henrique marcou o pênalti e deu cartão amarelo para o zagueiro. Porém, o auxiliar Alessandro Álvaro Rocha Matos chamou o árbitro e disse que Lincoln estava impedido. Marcelo de Lima Henrique voltou atrás e anulou a marcação do pênalti, o que gerou muitas reclamações do Palmeiras. É bom ressaltar que o meia realmente estava impedido

Tanta pressão do Galo só poderia resultar no empate, ainda que ele tenha saído de forma polêmica. Aos 26 minutos, Márcio Araújo deslocou Obina na área, após cruzamento da direita. O árbitro marcou pênalti, que Obina cobrou, quatro minutos depois, por causa das várias reclamações do time do Palmeiras, para deixar tudo igual na Arena do Jacaré.

O jogo foi cheio de emoções e os dois goleiros foram os grandes destaques da partida, que salvaram as suas equipes, fazendo otimas defesas.

0 comentários:

Postar um comentário